novíssimo proteu

uma cega labareda me guia
para onde a poesia em pane me chamusca.

vou onde poesia e fogo se amalgamam.
sou volátil, diáfano, evasivo.

escapo que nem dorso de golfinho
que deixa a mão humana abanando
sem agarrar nada

a chama da metamorfose me captura

waly salomão
lábia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.